8.11.16

De tudo um pouco: Comidinhas - que nos dão água na boca!

Olá a todos!


Somos 3 amigas de 3 diferentes regiões do país: Angelica Cirne – Nordeste, Patrícia Barbosa - Sudeste e eu do Sul, com diferentes olhares sobre diversos temas, mas sempre com o mesmo foco: as coisas leves, lindas e legais da vida! De tempos em tempos teremos um mesmo tema com 3 perspectivas diferentes, acompanhe a nossa jornada e divirta-se conosco!

Hoje é dia de De tudo um pouco e o tema: Comidinhas - coisas que nos dão água na boca!
Para falar sobre comida vou fazer um pequeno parêntese (mentira! um extenso parêntese). 
Em 2013 decidi mudar de estilo de vida, iniciei uma reeducação alimentar e eliminei 20kg em 5 meses e meio.
A minha conquista me fez ficar extremamente focada e traçar novas metas na minha nova vida saudável, aos poucos fui aprendendo mais sobre alimentação saudável, trocando ingredientes prejudiciais a saúde pelos mais saudáveis, com esta mudança surgiram muitas e novas receitas, que eu ia postando nas redes sociais e atendendo ao pedido de algumas amigas criei um blog: O Receitas leves e saborosas, com receitas saudáveis que foram acompanhando as minhas mudanças alimentares, poder dividir cada nova receita sempre foi especial, o blog ainda está lá mas infelizmente abandonadinho, quem quiser conhecer é só acessar: http://receitasbytaniamartyns.blogspot.com.br/

Ao longo do processo cortei da alimentação o glúten e a lactose e em novembro de 2015 decidi ser vegetariana, para uns eu estava sendo extremamente radical, mas naquele momento eu tinha a certeza de que estava seguindo o melhor caminho.
O tempo passou e em março deste ano eu fiquei bem doente, sentia dores de estômago horríveis, enjôos terríveis e mais uma série de sintomas, fiz muitos exames, consultei vários especialistas, fiz um check up total , refiz exames de alergias e tal...
Tive muita, muita dificuldade em me alimentar neste período, foram meses dificílimos, o disgnóstico a princípio foi H. Pylory ( informações aqui: http://www.mdsaude.com/2009/01/como-e-quando-tratar-o-hpylori.html), alergia a lactose(95% quase intolerância) e alergia ao glúten.
Fiz um tratamento extenso, mas não tive uma melhora significativa, é uma gangorra, tem dias que estou bem e em outros...
Fora os sintomas citados acima meu organismo  não estava absorvendo nenhuma vitamina, principalmente do complexo B,  por orientação médica tive que voltar a consumir carne (peixe, frango e porco - carne vermelha me nego), o que para mim foi uma situação muito difícil, tinha a sensação de fracasso, de não conseguir seguir em frente, mas foi necessário.
Mesmo consumindo carne mais regularmente os níveis de vitamina ainda não estabilizaram , as unhas não crescem de jeito nenhum (nem usando o melhor fortalecedor),  tenho muita queda de cabelo (a sorte é que tenho muito cabelo,rs), a fadiga é muito grande mas mesmo assim consegui voltar para a academia, fiquei parada de maio a julho o que para mim foi muito complicado, adoro a atividade física, ela é necessária na minha vida.
Enfim...a vida segue e tenho fé que em breve ficarei ótima e quase novinha em folha, rs.

Contei tudo isso para chegar ao tema de hoje...
Minha relação com a comida mudou muito em função de tudo que aconteceu, deixei o radicalismo alimentar de lado, se tenho vontade de provar algo experimento e pronto, claro que um pedacinho e não a porção inteira, rs.
Quando as receitas tem glúten e lactose eu consigo amenizar o problema, em relação a lactose encontrei uma solução, quando quero ingerir algo com lactose tomo um medicamento uns minutos antes e pronto, em relação ao glúten eu procuro ingerir um alimento na semana que contenha glúten para que meu organismo não desenvolva intolerância.
Custei um pouco a entender de fato como é a ter uma relação saudável com a comida, porque quando não estava comendo absolutamente nada e sendo "bombardeada" de remédios ( foram mais de 35...) refleti muito sobre tudo.

Não abandonei a minha vida saudável, mas de vez em quando me permito saborear esta ou aquela receita nada saudável, sei o que resultará das minhas escolhas alimentares, tenho consciência dos malefícios e benefícios deste ou daquele alimento, acredito que ser saudável é um conjunto de fatores, o corpo e a mente tem que estar em sintonia.
Sair da rotina alimentar de vez em quando não faz nenhum mal, o problema é a rotina.
Eu estava me tornando chata e até anti social saindo sempre com marmitas, analisando tudo o que comia, não querendo mais comer fora e por aí vai, acredito que estava desenvolvendo Ortorexia( Transtorno alimentar/ obsessão por alimentação saudável) e o pior que eu acho, deixando de sentir prazer em fazer uma refeição menos saudável ao lado da minha família.

A vida nos convida a seguir um novo caminho (no meu caso ela exigiu, mas isto é uma longa história), depois do tsunami que passou por aqui decidi fazer alguns cursos: Entremets e Bolos Artísticos, Pães caseiros (baguete, francês, hamburguer...), pães integrais com  grãos germinados e também de Barista, sim agora eu sou barista, para quem ama café isto é a glória,rs.
Desde que fiz o curso de pães tenho feito todos os pães que o marido e o filho consomem, todos integrais e funcionais e para mim continuo no meu sem glúten e sem lactose.
Tenho um projeto para 2016 que está direta e intimamente ligado a alimentação, o projeto ainda está no freezer mas acredito que em breve estará no forno, rs.
Tenho testado muitas receitas, as saudáveis e as não tão saudáveis, hoje respeito e entendo as escolhas alimentares de todos, cada um sabe de si e ter prazer em fazer uma refeição em família ou com amigos é algo muito, muito especial.

Agora chega de papo (que foi longo não é?), vou postar algumas fotos de receitas que fiz, receitas que me dão água na boca, umas não tão saudáveis mas elas fazem minha família feliz e isto não tem preço e outras super saudáveis que todos adoram e aprovam com a mesma intensidade!


---------------------Não tão saudáveis mas maravilhosas---------------------










------------------------Saudáveis------------------------












Espero que todos tenham ficado com água na boca, rs.
 Para você conferir o que as meninas postaram é só acessar:


Desejo a todos uma semana maravilhosa e abençoada!

2 comentários:

patiscrap disse...

Nossa quanta coisa deliciosa por aqui Tania!! Adorei as fotos do alimentos saudáveis e dos não tão saudáveis tb... rsrs! Muito interessante todo o seu relato e saber em mais detalhes tudo pelo que vc passou, realmente a nossa relação com a comida é o que "manda" no nosso corpo e na nossa qualidade de vida, né!? O meu problema é o açúcar, pois sou diabética, mas isso é uma outra história... rs! Que venham novos projetos por aí, vou ficar torcendo por você amiga! Bjs e obrigada por participar deste projeto conosco!!

Angelica Cirne Coimbra disse...

Eu já imaginava que vinham belas fotos pelas imagens que você compartilha no Instagran. E sobre seu relato achei bem esclarecedor, tomara que várias pessoas leiam ele, sinto que você tenha passado maus bocados, mas as vezes a gente tem que ter umas sacudidas pra seguir e escolher outro caminho. Sou muito a favor de uma alimentação equilibrada. Aqui minha filha quer ser vegetariana, acho bem complicado mudar totalmente, pra mim é difícil deixar de lado peixes e crustáceos, não comemos porco a anos, frango a algum tempo, o restante comemos de forma bem consciente, nada de churrascos e exageros, mas trocando sempre que podemos.