18.9.15

Mini álbum The memories

Olá a todos!
Depois de postar várias páginas agora chegou a vez do mini, quem me conhece sabe o quanto eu gosto de mini álbuns.
O ponto de partida deste mini foi esta tag que está na capa This/That, inicialmente achei interessante e fui juntando os materiais e pensando nas fotos.
O materiais que usei neste mini são todos bem simples: a capa é de plástico de encadernação (aqueles das livrarias e o custo é de R$ 0,50 folha), as páginas internas são de cardstock branco, tags recicladas,  envelope e petg.
Para decorar usei aqueles sobras de material ( da tal caixinha que parece não ter fundo...rs), lantejoulas, tintas, carimbos, adesivos...






Tem um texto do Pedro Bial que adoro: As escolhas de uma vida, acho que tem tudo a ver com o mini. Copiei o texto e coloquei dentro do envelope.

Escolhas de uma vida

A certa altura do filme Crimes e Pecados, o personagem interpretado por Woody Allen diz: "Nós somos a soma das nossas decisões".
Essa frase acomodou-se na minha massa cinzenta e de lá nunca mais saiu. Compartilho do ceticismo de Allen: a gente é o que a gente escolhe ser, o destino pouco tem a ver com isso.
Desde pequenos aprendemos que, ao fazer uma opção, estamos descartando outra, e de opção em opção vamos tecendo essa teia que se convencionou chamar "minha vida".
Não é tarefa fácil. No momento em que se escolhe ser médico, se está abrindo mão de ser piloto de avião. Ao optar pela vida de atriz, será quase impossível conciliar com a arquitetura. No amor, a mesma coisa: namora-se um, outro, e mais outro, num excitante vaivém de romances. Até que chega um momento em que é preciso decidir entre passar o resto da vida sem compromisso formal com alguém, apenas vivenciando amores e deixando-os ir embora quando se findam, ou casar, e através do casamento fundar uma microempresa, com direito a casa própria, orçamento doméstico e responsabilidades.
As duas opções têm seus prós e contras: viver sem laços e viver com laços...
Escolha: beber até cair ou virar vegetariano e budista? Todas as alternativas são válidas, mas há um preço a pagar por elas.
Quem dera pudéssemos ser uma pessoa diferente a cada 6 meses, ser casados de segunda a sexta e solteiros nos finais de semana, ter filhos quando se está bem-disposto e não tê-los quando se está cansado. Por isso é tão importante o auto conhecimento. Por isso é necessário ler muito, ouvir os outros, estagiar em várias tribos, prestar atenção ao que acontece em volta e não cultivar preconceitos. Nossas escolhas não podem ser apenas intuitivas, elas têm que refletir o que a gente é. Lógico que se deve reavaliar decisões e trocar de caminho: Ninguém é o mesmo para sempre.
Mas que essas mudanças de rota venham para acrescentar, e não para anular a vivência do caminho anteriormente percorrido. A estrada é longa e o tempo é curto.Não deixe de fazer nada que queira, mas tenha responsabilidade e maturidade para arcar com as conseqüências destas ações.
Lembrem-se: suas escolhas têm 50% de chance de darem certo, mas também 50% de chance de darem errado. A escolha é sua... 
Pedro Bial 





E a etiqueta de roupa com a palavra Forever veio parar no mini...





Sobreposição de fotos: a foto de baixo eu pintei com canetas ( revelei em P&B) e a foto de cima é a original ( ficou basicamente igual).


Sobreposição de fotos: a foto de baixo eu pintei com canetas ( revelei em P&B) e a foto de cima é a original.








Eu recebo muitos emails de amigas contando que tem uma dificuldade muito grande para fazer minis, que as coisas não "encaixam" e elas ficam só na vontade, muitas me pedem dicas de como montar um mini.
Não tem uma fórmula, mas eu sempre faço do mesmo jeito, então passo sempre a dica abaixo:


Etapa 1:
Defina o tema que pode ser um título, uma foto ou um elemento determinante, na sequencia pense no combo de cores e separe todos os materiais.
Se você separar mais materiais que irá usar não tem problema, é assim mesmo, lembre de todos os papéis e ou embellis que gostaria de colocar no projeto.
Desta forma fica mais fácil de montar o projeto e você não corre o risco de ter esquecido de colocar algo que combine ou que gostaria.


Etapa 2:
Monte o álbum (sem fechá-lo em definitivo), organize as páginas de acordo com o seu objetivo, elas estando pré determinadas facilitará o processo, nada impede que você troque as páginas de lugar.
Caso você queira este é o momento para costurar, aplicar tintas, máscaras, carimbadas (base), gesso...


Etapa 3:
Distribua os elementos nas páginas, nesta etapa eu só posiciono os elementos e as fotos, não colo.
Depois de todas as fotos e os  elementos principais definidos eu inicio a colagem.
O restante é decoração.
Depois do álbum pronto você pode fechá-lo, os materiais são muitos: argolas articuladas, wire-o, fitas,etc...

Não tenha medo ou receio para criar, solte a criatividade e faça o projeto do seu jeito!

Desejo a todos uma ótima tarde!

4 comentários:

Andréia Pereira disse...

Lindo o álbum e adorei o texto.

Simone Tadima disse...

Lindo demais... Vc é uma arteira de mão cheia 💟

Paty disse...

q liiiindo <3

angel disse...

Świetny album! Bardzo mi się podobają zdjęcia w nim :)

Pozdrawiam
angel